O que aprendi nos júris?

Aprendi e continuo aprendendo muito nos júris. Se existe algo no processo penal que só pode ser adequadamente aprendido por meio da experiência, isto é o tribunal do júri. O júri, por ter Juízes do povo, tem uma enorme distinção em relação ao processo julgado por Magistrados de carreira. Quem não convive diariamente com o[…]

O início na Advocacia Criminal: afinal, com o que devemos nos preocupar?

Em qualquer projeto, o início é o momento em que surgem as maiores dúvidas. Por onde começar? Como começar? Quais são as bases que devem ser construídas? Esse é um problema pelo qual passam todos que ingressam na Advocacia Criminal. Nas aulas ou nas redes sociais, recebo muitas indagações sobre como começar na área do[…]

A prisão cautelar: como lidar com Juízes dicotômicos?

Na sala de aula, quando a pergunta é de sim ou não, às vezes a resposta é “depende”. Nos livros de Direito, há teorias que respondem algo de forma positiva, outras de modo negativo e, por fim, há teorias mistas, intermediárias ou da ubiquidade, que permanecem no meio-termo. Infelizmente, no âmbito das prisões cautelares, a[…]

Receptação e crime anterior

O art. 180, §4º, do Código Penal, tratando da autonomia do crime de receptação, dispõe: “A receptação é punível, ainda que desconhecido ou isento de pena o autor do crime de que proveio a coisa.” Uma leitura apressada desse dispositivo legal pode gerar a falsa ideia de que não é necessário que a acusação prove[…]

E se não tenho parentes no Direito?

Uma das mensagens que mais recebo é: “não tenho parentes no Direito. Posso ser bem-sucedido na área jurídica mesmo assim?” Inicialmente, destaco que não tenho parentes na área jurídica. Meus pais e irmãos não cursaram o Ensino Superior. Nem mesmo tenho primos ou tios que sejam bacharéis em Direito. Isso não me impediu de construir[…]

9 coisas que eu gostaria de ter ouvido na faculdade de Direito

Após a publicação do meu texto sobre os motivos de ter pedido exoneração do cargo de Defensor Público (leia aqui), recebi inúmeras mensagens de estudantes que estão pensando no futuro, Advogados que se sentiram mais encorajados e servidores públicos que estão pensando em mudar de vida. Muitas pessoas se identificaram com alguma das partes: dificuldades,[…]

Por que deixei de ser Defensor Público para ser Advogado Criminalista? (atualizado)

Caro(a) leitor(a), neste texto, falarei sobre lições de vida, sonhos, empreendedorismo e coisas semelhantes. Peço desculpas pelas frases curtas, mas este não é um texto técnico. São histórias em forma de sentimentos. Para isso, sugeri o título: “Por que deixei de ser Defensor Público para ser Advogado Criminalista?” Essa é uma pergunta que me fazem[…]

29 dicas práticas para iniciar na Advocacia Criminal

Como iniciar na Advocacia Criminal? Essa é uma pergunta que muitos me fazem e que, inclusive, gerou um curso específico (veja aqui). Neste texto, apresentarei algumas orientações práticas para quem deseja atuar na Advocacia Criminal. Evidentemente, não se trata de uma fórmula mágica, tampouco são “dicas infalíveis”. São apenas orientações que considero relevantes de acordo[…]