“Advogados” práticos x “Advogados” teóricos

Por que a utilização de aspas na palavra “Advogados” no título deste texto? Ao final, explicarei. Há diferenciações, comparações ou escolhas que não devem ser feitas. Uma delas diz respeito a nós, Advogados: não devemos focar unicamente na prática ou na teoria. Sobre a necessidade de equilibrar a teoria e a prática, já tratei em[…]

Advocacia: ruir ou se unir?

A Advocacia, sobretudo a Criminal, vive tempos difíceis. Não me refiro ao aumento do número de Advogados (já ultrapassamos a barreira do primeiro milhão), tampouco às centenas de milhares de pessoas que se encontram nos bancos das faculdades de Direito e, cedo ou tarde, entrarão nesse concorridíssimo mercado. Em relação a esse tema, escrevi em[…]