Não há falta de oportunidades, mas sim falta de conhecimento sobre as oportunidades que existem

– Inscreva-se no meu curso por assinatura (Penal e Processo Penal) até o dia 25/09/17 e participe do sorteio de um exemplar do livro A jornada de um advogado criminalista (com dedicatória especial), além de ter acesso a mais de 21 horas de aula e 50 vídeos: clique aqui
– Fale com o prof. Evinis Talon no WhatsApp (clique aqui)
– Participe do grupo do Whats do prof. Evinis Talon: clique aqui (usando o celular)


banner curso finalizado enviado Evinis




Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Basta entrarmos em um site de notícia e observaremos inúmeras notícias pessimistas: “PIB encolhe”, “O desempenho do país é o pior desde 1990”, “Relembre recessões anteriores”…

Em tempos de crise, é normal ouvirmos reclamações dos mais diversos tipos. Alguns dizem que não há empregos, outros dizem que é difícil uma empresa dar certo no Brasil. Frequentemente, as pessoas dizem que não estão tendo oportunidades. Será que é isso mesmo?

Eu costumo dizer que não há falta de oportunidades, mas sim falta de conhecimento sobre as oportunidades que existem. Com um pouco de vontade de se informar e de pesquisar, é possível notar oportunidades que a maioria não consegue perceber.

Vamos a alguns exemplos:

– Venda de infoprodutos: todas as pessoas sabem pelo menos uma coisa que podem ensinar. Uma mulher que já teve filhos pode explicar os cuidados que teve na gravidez e a preparação para o nascimento. Alguém que já passou em um concurso pode ensinar a se preparar para provas. Um casal pode fazer um “manual do casamento”, fornecendo dicas sobre realização de cerimônia, montagem da casa etc. Enfim, não há ninguém que não tenha nada para ensinar.

Assim, uma oportunidade pouco conhecida é transformar esse conhecimento em texto, áudio ou vídeo e, em seguida, vendê-lo. A plataforma Hotmart (veja aqui) é ótima para isso, pois entrega o produto automaticamente aos compradores. Para isso, a pessoa não precisa constituir uma empresa (salvo se quiser a redução da alíquota tributária), tampouco necessita esperar por um emprego.

– Afiliação: muitas pessoas atuam como afiliados, ou seja, vendedores que recebem por venda realizada. A atividade é simples: você se cadastra, escolhe um produto, recebe um link específico desse produto, oferece para algumas pessoas e, se elas comprarem, você recebe, automaticamente, uma comissão. Há várias plataformas que permitem afiliação, como Saraiva (veja aqui), Hotmart (veja aqui) e Amazon (veja aqui). Novamente, você não precisará abrir uma empresa, muito menos esperar que alguém te empregue.

– Patrocínio do YouTube: se você produz e vende infoprodutos, pode fazer vídeos relacionados a esses conteúdos e postá-los, gratuitamente, num canal do YouTube. Em seguida, ao acionar a monetização, seus vídeos exibirão anúncios que gerarão um valor financeiro, conforme o número de visualizações, cliques nos anúncios e outras regras do YouTube. Aqui, basta ter uma câmera e algo interessante para falar. O valor recebido não é muito, mas há muitos profissionais que vivem profissionalmente de canais do YouTube, por meio do AdSense (veja aqui).

– Cliente oculto: o cliente oculto é algo totalmente desconhecido para muitas pessoas. Trata-se de alguém que é contratado especificamente para testar um serviço de alguma empresa. Essa pessoa se cadastra em um site de clientes ocultos e, então, é chamada para fazer testes dos serviços ou produtos de empresas. Normalmente, quem mais contrata clientes ocultos são restaurantes e lanchonetes, mas também há muitas contratações para testar SAC. Um dos sites recrutadores de clientes ocultos é esse: http://www.onyou.com.br/

– Seja um anfitrião Airbnb: quer receber hóspedes no seu apartamento ou casa? Cadastre-se como anfitrião no Airbnb e seja pago por alugar um quarto da sua casa. Para se cadastrar, clique aqui.

– Cuide de animais: várias pessoas gostam de animais, mas não sabem que é possível ganhar para cuidar ou passear com eles. O site Pet Anjo (veja aqui faz essa intermediação. Novamente, não é uma relação de emprego. Esse site apenas une pessoas que querem cuidar de animais com donos de animais que precisam ser cuidados.

– Receba por fotos: se você tirou boas fotos de paisagens, animais, prédios etc, essas imagens podem ser monetizadas. Muitos sites, nacionais e internacionais, formam bancos de imagens para, mediante uma mensalidade, disponibilizarem a empresas de publicidade e marketing digital. Alguns desses sites são CrayonStock e Shutterstock. A cada venda da sua imagem, você recebe um percentual do valor. É interessante notar que imagens são universais, não tendo restrição de idioma ou local. Portanto, uma imagem de uma paisagem de Gramado ou de um cachorro bocejando dentro de uma casa em São Paulo pode ser vendida para alguém na China ou na Austrália, por exemplo.

Destaco que essas oportunidades são apenas algumas das várias que existem, caso você não queira ou não consiga um emprego imediatamente, ou não possa abrir uma empresa ou realizar um investimento. Futuramente, escreverei outro post para quem quer investir ou montar um negócio.

Entre essas oportunidades acima, eu, particularmente, utilizo apenas a plataforma do Hotmart para venda de infoprodutos em uma das minhas empresas. As outras oportunidades acima exigem muito tempo de dedicação, o que é incompatível com a minha rotina.

Notei essas oportunidades sem estar procurando por elas. Sobre ser anfitrião no Airbnb, por exemplo, eu apenas vi que havia um botão em cima (“Torne-se um anfitrião”) quando estava comparando o preço dos apartamentos do Airbnb com o valor dos quartos de hotéis. Quanto aos clientes ocultos, vi numa revista de empreendedorismo. A Pet Anjo, por outro lado, descobri quando procurava a data do Investor Day, um evento que ocorre em São Paulo para investidores de startups. Por fim, quanto ao Hotmart, eu o encontrei após ver uma entrevista em que mencionaram o nome dessa plataforma, motivo pelo qual, por curiosidade, resolvi pesquisar.

Assim, todas essas indicações acima surgiram porque eu, mesmo sem estar procurando, tive um pouco de curiosidade e atenção. Dessa forma, imagine se você pesquisar um pouco mais sobre as inúmeras possibilidades. Portanto, antes de dizermos que não há oportunidades, temos que pensar se já pesquisamos suficientemente.


Vídeos quase diários:


Clique na imagem abaixo para ver o curso “Como iniciar na Advocacia Criminal”.

como-iniciar-adv

15 thoughts on “Não há falta de oportunidades, mas sim falta de conhecimento sobre as oportunidades que existem

Comments are closed.